Por que não usar brinquedos de madeira?

Por que não usar brinquedos de madeira?Por um simples motivo: a segurança da criança estará em risco.

Os brinquedos de madeira, inegavelmente, tem dominado o cenário de brinquedos para playground, por um longo tempo. Seja em parquinhos e escolas, ou qualquer outro espaço voltado para a criança, avistaremos o local preenchido com brinquedos feitos de madeira, e é difícil encontrar alguém que nunca tenha brinquedo num, antes.

Isso porque, há algum tempo atrás, a questão da segurança em playgrounds não era levada tão a sério, como começa a ser, atualmente, o que fazia com que ambientes como os citados, acima, portassem esses equipamentos, sem o mínimo de cuidado e atenção com o que as crianças fariam neles e como elas fariam. Porque, todos sabem, “só” brincar, dentro do propósito que o brinquedo oferece, não satisfaz os pequenos curiosos. A busca deles pela descoberta do novo, os leva a utilizar os brinquedos de todas as formas possíveis, até achar o resultado que mais traga alegria.

Por isso, crianças escalam e descem escorregadores, de cabeça, quando seu propósito inicial é servir de rampa para descida reta, apenas. E isso, para dar um pequeno exemplo do que elas fazem… O fato é que quanto menos segurança é dada para a hora de brincar, mais chances de ocorrerem acidentes haverão, e, nesse ponto, os tão utilizados brinquedos de madeira não ajudam, em nada.

Um brinquedo de madeira pode portar perigos como, por exemplo, seu acabamento, que utiliza pregos e demais objetos de ferro. Isso significa que, em um determinado momento, esses objetos podem enferrujar, com o tempo, expondo as crianças ao risco de infecções e problemas com tétano, muito comuns em objetos enferrujados. “Mas como ela entraria em contato com o prego?”, você pode se perguntar. Aí, está outro problema dos brinquedos de madeira.

Esses objetos ficam expostos. Senão pela ação do tempo e do próprio apodrecimento da madeira (que, por si só, já cria riscos, quanto a segurança estrutural do brinquedo), pela má construção do brinquedo. Como em qualquer móvel de nossa casa, eles podem ficar com pontas agudas e cortantes, para fora, representando perigo de cortes e contaminações.

Além disso, a madeira, em si, não é um material adequado à esse tipo de uso. Farpas podem se soltar, tacos podem quebrar e, mesmo no caso de realocação do brinquedo, ela não permite qualquer desmontagem vantajosa.

Então, não espere que nada disso aconteça. Opte por brinquedos construídos a base de plástico, que atóxico, fácil de limpar, mais leve e de melhor montagem e desmontagem, além de não representar qualquer perigo, na sua base de construção, uma vez que não carrega pregos, parafusos ou demais objetos cortantes. Opte por brinquedos que valorizam o aprendizado da criança, sem colocá-la em risco. Razões, para isso, não faltam.

 

Comentários

Este artigo ainda não possui comentários.
FAÇA UMA PERGUNTA!

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *