Como escolher uma grama sintética?

Como escolher uma grama sintética?

Quando estamos pensando em construir ou reformar, é importante conhecer que tipo de materiais e serviços iremos utilizar. Produtos de qualidade devem ser priorizados devido ao seu grau de durabilidade e fácil manutenção. Hoje, uma das melhores opções para se decorar a casa, jardim, empresa, ou qualquer outro lugar que você possa imaginar, além de ser usada nos campos de futebol, é a grama sintética. Com diversas aplicações e atendendo às diferentes necessidades, a grama sintética se apresenta como aliada para àqueles que desejam investir na reforma ou construção de uma área de lazer ou espaço de diversão para crianças. Fácil aplicação e manutenção, a grama artificial é, hoje, uma excelente opção para a substituição de pisos. Se você está interessado na compra desse material, veja essas dicas que Instrutoy Brinquedos separou para te ajudar na escolha:

  1. Antes de fechar a compra, verifique se a empresa contratada é apenas revendedora ou também é fabricante da grama. Observar esse tipo de informação, é importante para saber quem poderá te ajudar caso necessite de algum tipo de manutenção ou substituição. Contar com uma empresa conhecida e certificada, como é o caso do Grupo Placar ajuda – e muito – nessa decisão.
  2. Qual o material usado na fabricação; como é a composição da grama sintética escolhida e a sua garantia? Isso faz toda a diferença quando falamos em durabilidade e o uso que será feito dela. Há por exemplo um tipo de gramado sintético específico para campos de futebol, que é diferente dos usados em quadras de tênis e dos gramados decorativos. Saber muito bem como e onde será usado ajuda no momento da escolha e também de compreender a composição das fibras e qual a garantia dada para o produto.
  3. Veja se a própria empresa faz a montagem e quais materiais ela utiliza. Qual o tipo de preenchimento que irá receber: areia sílica, borracha, algum composto mais tecnológico como “shock light”? A instalação é feita direto no contra piso, ou precisa de algum tipo de preparação? A empresa se responsabiliza por isso? São todas questões muito importantes para se compreender o quanto será necessário de manutenção e como ela deverá ser feita para uma maior conservação e durabilidade.

Com essas dicas, além de conhecer um pouco mais do produto, você conseguirá fazer a escolha correta baseado na sua necessidade atual.

Comentários

Este artigo ainda não possui comentários.
FAÇA UMA PERGUNTA!

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *