Como evitar acidentes em playgrounds

Playground ClimberA convivência em um condomínio, seja ele grande, pequeno ou de médio porte, depende de “n” fatores, que todos nós estamos cansados de vivenciar e, muitos, de discutir.

Para quem tem filhos pequenos, esse cuidado se estende, também, à área destinada ao lazer das crianças que, nesse caso, pode ser um salão de jogos ou, mais provável, um playground. Nesse último, o risco de acidentes acontecerem deve ser levado em conta, mas não é por isso que a brincadeira tem que ser restrita ou proibida.

Os próprios pais, com simples medidas de precaução, podem colaborar para a segurança do local, mesmo a manutenção sendo de responsabilidade do edifício. Isso porque, deixar tudo nas costas dos síndicos e responsáveis pode ser, apenas, uma forma de lavar as mãos, frente aos problemas que tendem a surgir.

Conferir a higiene do local, checar se existe espaço suficiente para todos brincarem, com segurança, se animais circulam pelo ambiente ou se, nos brinquedos, há sinais de efeito do tempo, como desgaste e ferrugem, ou falta de manutenção, como peças soltas (que podem machucar) e estruturas mal montadas, também são responsabilidades dos pais, ou, como o próprio nome já os designa, responsáveis pelas crianças.

Na percepção de algum desses problemas, ou de outros, os moradores devem reclamar com os funcionários do condomínio. Para aqueles que desejarem ir mais além, é possível, ainda, pedir os documentos originais de aquisição dos brinquedos de playground, junto à incorporadora, para tirar dúvidas sobre os aparelhos e os materiais usados em suas fabricações.

Em alguns casos menores, os próprios funcionários do condomínio podem concertar brinquedos falhos e manter o local próprio para uso. Em outros, contudo, será preciso contratar uma empresa especializada, para efetuar os reparos, ou, em casos extremos, refazer todo o ambiente, com brinquedos, pisos e acomodações próprias, que atendam às normas vigentes em nosso país, sobre segurança em playgrounds (ABNT NBR 16071).

Nesses casos, o mais apropriado é investir em pisos de borracha de E.V.A e grama sintética, que são confortáveis e macis, sem deixarem a segurança de lado. Para os brinquedos, o plástico é unanimidade, entre os produtos usados para fabricação dos mesmos. ele não necessita do uso de peças como pregos e parafusos, não enferruja, não solta farpas, é mais aderente e confortável e pode ser montado e desmontado, a vontade, com praticidade e segurança.

 

Comentários

Este artigo ainda não possui comentários.
FAÇA UMA PERGUNTA!

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *