O doce prazer de brincar ao ar livre

O doce prazer de brincar ao ar livre

Algo que podemos verificar, com bastante frequência, é que, nos dias de hoje, não conseguimos, mais, ver muitas crianças brincado nas ruas, e isto acaba por ser até fácil de entender, afinal, o que acontece é que vivemos em um mundo em que, a cada dia que passa, se torna mais e mais violento, fazendo com que, desta forma, os pais se sintam inseguros e, claro, com que as crianças acabem por ficar mais “presas” em casa. No entanto, para aqueles que tem um espaço bom para poder brincar, como, por exemplo, o pátio do prédio, ou, até mesmo, uma vila, um terreno próximo a casa, que pode ser supervisionado por um adulto, a brincadeira, ainda, tende a sobreviver, podendo, esse espaço, ser o lugar ideal para praticar brincadeiras antigas de rua. Agora, se você não se lembra, mais, de nenhuma, não se preocupe, pois, citaremos algumas, agora mesmo.

Brincadeiras antigas:

A primeira que iremos citar é uma que fez bastante sucesso, desde os anos 80. Seu nome é “taco”, e apostamos que ela ainda vive na memória de todas as crianças daquela época (os pais, de hoje). A brincadeira consiste na necessidade de se ter uma quantidade par de crianças e, então, dividí-las em dois times, sendo que cada um deles deverá ter um taco e uma bandeira, para roubar do outro time e, o time que conseguir, acaba por vencer. O ideal é que se tenha bastante espaço, para isto.

Outra brincadeira que também foi bastante famosa nas ruas é uma que é chamada de melê, onde o objetivo central é que se faça gol, como numa partida de futebol, porém, em moldes diferentes e realizada com um menor número de crianças.

E, por fim, também podemos citar uma brincadeira que, até os dias de hoje, é considerada muito popular e que pode-se brincar, em qualquer lugar, seja na rua, ou em um campo aberto, que é o famoso pega pega, onde uma pessoa deve contar, de olhos vendados, por um determinado tempo, pré-estabelecido, e, então, iniciar a brincadeira, onde todos correm e apenas um pega. Para essa brincadeira, deve haver um local para descanso, e, aquele que for pego pelo “pegador”, se torna o novo encarregado da contagem e procura das demais crianças.

Todas, brincadeiras simples, de fácil aprendizagem, mas que proporcionam bastante convívio e integração social, exercitando, cansando, mas, sobretudo, divertindo meninos e meninas, de toas as idades. Brincadeiras para crianças, de antigamente, como não se encontram, mais, hoje em dia.

Comentários

Este artigo ainda não possui comentários.
FAÇA UMA PERGUNTA!

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *