Tome cuidado com brinquedos de madeira

Para aquelas pessoas que gostam de utilizar a madeira e adquirir móveis dela construídos, saber como conservar esse material é fundamental para não sofrer com as consequências do uso diário e das variações climáticas.

É o caso de muitos playgrounds construídos a base desse material e que permanecem constantemente expostos ao ar livre e a todos os agravantes citados acima.

Tome cuidado com brinquedos de madeiraAssim como portas e janelas, os brinquedos feitos de madeira podem ressecar e perder longevidade. Outro grande problema de se “cultivar” brinquedos feitos de madeira é que eles carregam muitos pregos em sua composição. Isso não só é um conceito antigo, na construção de brinquedos, como também é perigoso, na medida que essas peças podem representar risco de cortes.

É preciso garantir que o brinquedo esteja, sempre, conservado, observando se a madeira está intacta, se os pregos não estão enferrujados ou começando a apresentar sinais de ferrugem e se a madeira já não começou a soltar farpas. Para condomínios que já possuem playgrounds construídos em madeira e não querem se desfazer deles, o melhor é seguir as instruções do fabricante do brinquedo, tentando deixar a peça o mais resistente e duradoura, possível.

Agora… para aqueles que estão dispostos a mudar o espaço de lazer e recreação infantil, o melhor a fazer é pensar num projeto de brinquedos para playground feitos de plástico.

O plástico é o material mais adequado para a construção de um bom brinquedo!

Por que? Porque ele possui cores vivas e atraentes, não carrega pregos ou qualquer peça que possa ferir as crianças e pode ser montado e desmontado, de maneira rápida e prática, através do fácil encaixe de suas partes.

A Instrutoy se especializou, ao longo dos seus mais de 10 anos atuando no mercado de pisos e brinquedos para playground, na orientação, projeto, fornecimento e montagem de parquinhos infantis.

 

Comentários

Este artigo ainda não possui comentários.
FAÇA UMA PERGUNTA!

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *